Diário de uma Noiva Simples: casamento no quintal de casa (só poderia ser o destino)

Diário da noiva Bárbara:

O primeiro post do meu “Diário de uma Noiva Simples” será sobre o que decidimos primeiro: o local da cerimônia e da festa.

O Gabriel e eu vamos nos casar no quintal da vó Lia e do vô Nhô, os avós maternos dele. Decidimo-nos por fazer o casamento lá por uma série de razões entre as quais as principais são: a capacidade do lugar receber nossas famílias e amigos e os bons momentos que o Gabriel, eu e nossas famílias já passamos lá, além de a possibilidade da nossa cadelinha participar.

 

Parte do espaço que usaremos.
Parte do espaço que usaremos.

 

A casa da vó Lia se localiza em um bairro residencial de Sete Lagoas, município a 80 km de Belo Horizonte. O amplo quintal da casa foi o local de encontro dos meus pais, dos pais e tios do Gabriel durante boa parte das décadas de 70 e 80, quando ainda eram solteiros e nem pensavam em ter filhos. Sim, nossos pais se conheciam, eram bons amigos de adolescência e um tio dele foi, inclusive, colega de sala da minha mãe e padrinho do casamento dos meus pais.

 

Formatura de Ensino Médio da minha mãe e do tio do Gabriel em 1978. Minha mãe é a de verde e o tio do Gabriel é o mais alto atrás da moça de vestido azul
Formatura de Ensino Médio da minha mãe e do tio do Gabriel em 1978.
Minha mãe é a de verde e o tio do Gabriel é o mais alto atrás da moça de vestido azul

 

Durante cerca de 20 anos as famílias não tiveram contato, até que o Gabriel e eu nos conhecemos em uma festa em BH (onde moramos), começamos a namorar e, quando fomos nos apresentar para as famílias, descobrimos que já nos conhecíamos desde a infância! Nossas famílias, então, voltaram a ser próximas.

 

O encontro das nossas famílias na casa da vó Lia e vô Nhô, em 2011. Vô Nhô, minha cunhada, Gabriel, eu, minha sogra, minha mãe, meu padrasto, tio do Gabriel, vó Lia, prima do Gabriel.
O encontro das nossas famílias na casa da vó Lia e vô Nhô, em 2011.
Vô Nhô, minha cunhada, Gabriel, eu, minha sogra, minha mãe, meu padrasto, tio do Gabriel, vó Lia, prima do Gabriel.

 

Desta maneira, nosso casamento será, não só a celebração do nosso amor, mas também a reunião de amigos de juventude e não poderia ter local mais especial que a casa da vó Lia e do vô Nhô.

 

A Bárbara casa em setembro e vai contar vários detalhes aqui no blog. Quer saber mais sobre o que é o Diário de uma Noiva Simples? Acesse este link e descubra.


Postado por O Amor é Simples
Vestidos para noivas que acreditam na simplicidade do amor.

Deixe uma resposta