Por que não entrar com o pai e a mãe na sua cerimônia de casamento?

Entrar com o pai e a mãe: porque não?

Em primeiro lugar preciso dizer que quando casei não entrei com meu pai e minha mãe na cerimônia. Entrei apenas com meu pai. Então, antes de tudo, quero dizer que o título desse post não tem o objetivo de obrigar as pessoas a fazerem isso, e sim a pensarem a respeito…

Entrar com o pai e a mãe: porque não?
Entrar com o pai e a mãe: porque não?

… Porque eu não pensei! Organizei tudo em cima da hora e essa parte de cerimonial foi feita às pressas. Fiz simplesmente o que todo mundo faz sem criticar. Mas tenho certeza que se eu casasse hoje entraria com meu pai e minha mãe e adoraria ver meu noivo entrar com os pais também! E conversando com várias amigas, nos demos conta de que essa parte da cerimônia nunca tinha sido pensada por nenhuma delas. Mas, ao levantarmos o assunto, muitas viram que tem muito mais sentindo entrar com os dois pais do que só com um.

O que me fez perceber isso:
Me dei conta disso somente quando fui no casamento de dois grandes amigos, o Jonathas e a Amanda, que ilustram lindamente esse post. Senti uma emoção muito forte ao ver que – na verdade – esse momento representa que as famílias entregam os filhos uma para outra.

Casamento Jonathas e Amanda. Fotos Alessandra Pinho
Casamento Jonathas e Amanda. Fotos Alessandra Pinho

 

Se é a união de duas famílias, porque precisamos reforçar o símbolo patriarcal do pai ‘entregando’ a noiva para o noivo? 

Casamento Jonathas e Amanda. Fotos Alessandra Pinho
Casamento Jonathas e Amanda. Fotos Alessandra Pinho

A noiva Bárbara, que contou sua história neste post, também entrou com os pais:

Eu entrando com meus pais Foto: Equipe Steh Boaventura Fotografia e Carol Cervantes Photography
Eu entrando com meus pais
Foto: Equipe Steh Boaventura Fotografia e Carol Cervantes Photography

 

Nós já falamos por aqui que existem algumas práticas machistas em cerimônias de casamento, como é o caso das plaquinhas que brincam que o noivo vai fugir. Quando escrevi sobre isso, nós recebemos muito (mais muito!) apoio, e também algumas críticas. Algumas pessoas acharam que estávamos querendo ditar regras e que não tínhamos senso de humor. Na verdade o que queremos é promover o amor e o encontro, acima de qualquer outra coisa. E esses debates são importantes por trazerem outros pontos de vista – é assim que a gente evolui como pessoa, não é mesmo?

 

Placa dos aios

 

Por isso somos a favor de as pessoas casarem com o dinheiro que tem, com a roupa que querem, com quantos padrinhos e convidados acham melhor, na religião que acreditam.

Somos muito a favor da liberdade nas cerimônias de casamento, mas também acreditamos que alguns símbolos, sim, merecem ser questionados e repensados. Liberdade é também soltar as amarras impostas sabe-se lá por quem, sabe-se lá desde quando. Se você quer fazer diferente… faça!

Por tudo isso criamos uma marca que valoriza a beleza e a simplicidade e está sempre tentando manter o preço justo nos produtos. O Amor é Simples é uma marca bem diferente dentro do universos dos casamentos! E nós realmente acreditamos que a celebração do amor e do casamento não precisa ser cheia de regras e burocracias. Nossos vestidos de noiva representam essa filosofia.

É claro que se você quer entrar com seu pai na cerimônia isso não é um problema. Mas, se você, assim como nós, está repensando as regrinhas dos casamentos tradicionais, que tal entrar com seu pai e sua mãe na cerimônia?

(ou qualquer outra pessoa que você acredite que seja importante participar desse momento).

Fica aí uma reflexão.

 

Laís Ribeiro.

Cofundadora d’O Amor é Simples


Postado por O Amor é Simples
Vestidos para noivas que acreditam na simplicidade do amor.

5 Comment

  1. Mari says: Responder

    Não sei se é tão machista assim. Quando o noivo entra na igreja ele vai acompanhado da mãe, apenas.

    Eu sugeri entrar com meus pais, gostaria que os dois estivessem ao meu lado, e meu pai ficou chateado, ele sempre imaginou que seria ele. Então minha mãe falou que já tinha acompanhado meu irmão e agora era o momento dele me acompanhar.

    Nesse caso eu realmente acho diferente das plaquinhas, que passam uma mensagem tão negativa.

  2. Bárbara M. de Almeida says: Responder

    Eu entrei com minha mãe e meu pai na igreja e foi lindo (uma das fotos mais bonitas que tenho é da minha mãe beijando a minha testa, assim que chegamos no altar). Acho cada parte da cerimônia do casamento muito linda, e a entrada dos noivos para mim é sensacional. A simbologia de duas famílias que se tornarão uma é muito emblemática, então sou de acordo que os noivos entrem com as pessoas que amam e ajudaram eles se tornarem quem eles são no momento do casamento.
    Amor é Simples, não comprei o vestido de noivas de vocês, mas gostaria de dizer que vocês me inspiraram muito. Muito obrigada =)

    1. Daniela says: Responder

      Vou me casar 30/09/2017 e vou entrar com meu pai e minha mãe ! Eh uma homenagem que quero fazer os maiores amores da minha vida! Meus pais só tiveram filhas mulheres, minha irmã que já é casada entrou apenas com meu pai, mas acho justo minha mãe entrar comigo pq afinal ela foi tão importante qto meu pai na minha formação ! Meu pai ainda não sabe, vai saber só na hora hihihi mas minha mãe ficou emocionado e chuleou qdo contei a ela essa minha vontade

      1. Oi Bárbara, ficamos muito felizes em saber. Obrigada <3

  3. […] tinha pensado nisso? Já fizemos um post bem legal falando sobre isso, veja aqui. Nas fotos, é lindo de ver a emoção conjunta desse momento […]

Deixe uma resposta