O brunch de casamento da Carol e do Cayami

Adoramos contar histórias de cerimônias personalizadas, com detalhes que são a cara dos noivos! No brunch de casamento da Carolina e do Cayami, as tradições foram adaptadas por rituais super originais para que o casal e os convidados se sentissem em casa <3
 
Você pode nos contar um pouco sobre sua celebração de casamento?
Eu e meu noivo queríamos celebrar o nosso casamento com poucas pessoas: alguns familiares e amigos mais próximos. Tínhamos pensado em fazer um Brunch num Domingo, para até 40 pessoas. Moramos em São Paulo (capital) e conforme fui fazendo a pesquisa de um local para recepção, mais decoração e buffet, vimos que estava muito fora do valor que poderíamos dispor…fiquei um mês pesquisando e nada.
Quando já estávamos nos conformando com uma cerimônia somente no civil e um almoço para os pais e padrinhos, mas ainda pesquisando, resolvi me cadastrar num site gratuito sobre organização de casamento (casamentos.com.br) e lá refiz minha pesquisa de acordo com o valor que imaginávamos gastar. Através de filtros, recebi a sugestão do Buffet Biquini de Bolinha: uma linda casa Colonial, que fica numa cidade muito próxima de São Paulo (Embu as Artes).
Enviei um e-mail pedindo informações, marcamos uma visita e saí de lá com reserva para uma cerimônia de até 50 convidados, com o local da recepção, decoração com flores naturais, buffet de almoço completo, mais mesa de doces e bolo pelo valor somente do aluguel de espaço para recepção em São Paulo sem nada…

Como fechamos em Março para celebrar somente em Dezembro, parcelamos o valor e ainda conseguimos contratar o serviço de fotografia, DJ e celebrante. Casamos sem nenhuma dívida! O celebrante comprou a nossa ideia (somos amantes de café) e formatou uma cerimônia exclusiva e personalizada, onde fizemos um ritual do café (um ritual cheio de aroma e sabor)!!! O dia estava lindo, ensolarado e pudemos casar no Jardim da casa!

A cerimônia começou às 11h30, mas os convidados chegaram mais cedo e foram recebidos com entradinhas, água e sucos. Após a cerimônia, foi servido o almoço e fizemos duas alterações em dois momentos tradicionais. Trocamos a valsa dos noivos pelo jogo dos sapatos (onde familiares e amigos puderam saber um pouco mais de nós, de maneira divertida) e no lugar de jogar o buquê (a maioria dos convidados eram casados) fiz uma cesta com vinho de Porto e uma caixa de chocolates finos para ser dada ao convidado que ganhasse na brincadeira do buquê de fitas!!! Esses dois momentos criaram uma interação ente os convidados e muitas risadas!

Por que você optou por uma cerimônia igual a essa?
Eu e meu noivo queríamos uma cerimônia onde nos sentiríamos em casa e os convidados também. Além de termos uma celebração alternativa, como o ritual do café, que fala muito sobre nós. O café reúne pessoas para uma boa conversa, oferecemos quando recebemos alguém na nossa casa, somos recebidos com café e quando viajamos gostamos de conhecer o lugar através das cafeterias.

Quanto tempo você levou organizando tudo?
Em 7 meses estávamos com todos os serviços contratados. Inclusive com o meu vestido e os vestidos das daminhas em mãos!

Como foi a escolha de seu vestido?

Assim que fizemos a reserva com o Buffet, se tudo desse certo, a cerimônia seria num Domingo de manhã, num lindo Jardim de uma casa Colonial. Então pensei num vestido leve, fluído que estivesse em harmonia com lugar, e não um vestido do tipo “bolo de casamento” rs. Porém eu não queria nada que tivesse um valor abusivo. Ao pesquisar no Google sobre “vestido de noiva simples”, fui surpreendida com o site de “O Amor é Simples”. E mais uma linda surpresa, os modelos croppeds!! Ao ver o Lívia, não tive dúvidas e na sequência vi que tinham vestidos para as daminhas! Solicitei para customizarem o cropped com a mesma renda do vestido das daminhas, e quando os vestidos chegaram, coloquei pérolas na minha renda e uma amiga costureira abriu as costas dele e colocou botões! Os vestidos das daminhas não foram customizados, usamos tal e qual!

Para sua festa, houve alguma coisa que você não abrisse mão de jeito nenhum?
Que minha filha (relacionamento anterior) fosse minha Dama de Hora e entrasse comigo!

Em que a decoração foi inspirada?
Casa de vó! Flores naturais, rendas e objetos antigos decorando as mesas dos convidados e fazendo parte da decoração no todo.

Qual seria o conselho nº 1 que você dá para suas amigas noivas?
Pesquisem muito os fornecedores (vejam depoimentos de clientes, para saberem como o mercado avalia), visitem cada um deles. Fomos na casa da fotógrafa, tomamos um café com o celebrante, fomos no escritório do DJ. Sintam a sintonia entre o casal e os fornecedores. E confiem no trabalho que eles farão. Não criem expectativas, não fiquem querendo controlar cada detalhe. Deixem a energia fluir e surpreendam-se com o grande dia!

Eu e o Cayami moramos em São Paulo. Nos conhecemos através de uma amiga de infância em comum. Através de um grupo formado pelo Whatsapp, começamos a nos falar e marcamos um encontro (estamos juntos há 3 anos e 7 meses)

Recepção, buffet e decoração: Buffet Biquini de Bolinha
site: https://www.biquinidebolinha.com.br
contato: Erika Beu

Fotografia: Tata Galtarossa
site: https://tatagaltarossa.com.br
contato: Renata Galtarossa

Dj: Gibba
https://www.instagram.com/djgibbaoriginal/

Celebrante: Rafael Faria
https://www.rafaelfaria.com.br/
https://www.instagram.com/rafaelfaria.sp/

Deixe uma resposta